fechar

Biblioteca Energia do Conhecimento

Biblioteca Energia do Conhecimento

Em abril, gêneros literários foram temas das Oficinas de Literatura da Biblioteca Energia do Conhecimento de Guaíra

Em abril, gêneros literários foram temas das Oficinas de Literatura da Biblioteca Energia do Conhecimento de Guaíra

Os alunos das Oficinas de Literatura 2024 da Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento do Núcleo do Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça de Guaíra tiveram um mês de abril de muitas atividades.

Ao longo do mês, os gêneros literários foram o tema central trabalhado pelas Oficinas conduzidas pela responsável pela Biblioteca, Laura Alves, sob consultoria da Bibliotecária Maria das Graças Garcia.

Os alunos da Usina da Dança assistiram ao vídeo de boas-vindas da coordenadora artística do IORM, Valeria Pasetto que  abordou as definições de oficina, literatura e dos gêneros literários narrativo, lírico e dramático, unindo de forma indissociável dança e literatura.

“Ao longo das oficinas, detalhamos por meio de vídeos e de atividades lúdicas os quatro tipos do elemento personagem: o protagonista, o antagonista, o deuteragonista e o figurante e, também o elemento espaço e seus tipos, espaço Físico, espaço Social e espaço Psicológico.”, informa Laura Alves.

Ela observa que durante as Oficinas foram aplicadas duas metodologias para que os alunos pudessem assimilar o conteúdo. A primeira metodologia consistiu em  propor aos alunos anotassem em folhas de sulfite os tipos de personagem, convidando quatro alunos para apresentarem um tipo de personagem cada.

A Roda de Livros Clássicos foi outra ação proposta. Os alunos foram convidados a identificar cada tipo de protagonista nas obras literárias Aladin, Bambi, A Bela Adormecida, A Bela e a Fera, Branca de Neve e os sete anões, Cachinhos Dourados, A Cigarra e a Formiga, Cinderela, O Gato de Botas, João e o Pé de Feijão, O Mágico de Oz, Mogli, A Pequena Sereia, Peter Pan, Pinóquio e Os Três Porquinhos.

Para favorecer a fixação do elemento espaço como gênero narrativo, as Oficinas Literárias também utilizaram recursos lúdicos. O jogo Basquete do Espaço  propôs que os alunos lançassem em uma cesta as faixas de papel (amassadas em formato de bola) com a inscrição de cada um dos três tipos. “Foi um jogo que envolveu os alunos por unir habilidade de mira e concomitantemente a memorização dos tipos de Elemento Espaço.”, conta a responsável pela Biblioteca.

Esta ação integra o Plano Anual Agenda Cultural 2024 – PRONAC 235686, realizado pelo Ministério da Cultura e Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça.

 

 

leia mais
Biblioteca Energia do Conhecimento

Biblioteca Comunitária do IORM Ipuã recebe primeiras atividades da Oficina de Literatura 2024

Biblioteca Comunitária do IORM Ipuã recebe primeiras atividades da Oficina de Literatura 2024

O mês de março marcou o início das atividades da Oficina de Literatura 2024 oferecidas pela Biblioteca Comunitária Armanda Malvina Mendonça – AMA-ME do Núcleo Ipuã do Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM.

Os alunos da Usina da Dança do IORM foram submetidos à avaliação pedagógica para identificação de transtornos relacionados à aprendizagem que possam interferir nas práticas literárias oferecidas aos alunos.

Para os educadores do IORM, a adoção desta avaliação poderá tornar mais assertivo o atendimento, contribuindo para o que Instituto aprimore e personalize a relação com cada aluno.

Também em março, com acompanhamento das responsáveis pelas Bibliotecas Laura Alves e Maria Laura Ferro, os participantes das Oficinas Literárias receberam um pacote do macarrão “sopa de letrinhas” para levarem para casa e prepararem em família. “Esta vivência proporcionou uma experiência gastronômica com ludicidade, o brincar com as letras. Este experimento devidamente direcionado harmoniza um alimento caseiro, um confort food (comida de conforto) com o despertar de uma lembrança agradável, neste caso das letras no convívio familiar.”, destaca a  bibliotecária consultora do IORM, Maria das Graças Garcia, que propôs a ação.

Exploração alfabética

No universo das letras, cada um dos alunos das Oficinas Literárias foi à lousa para, individualmente, escrever as letras do alfabeto, em reconhecimento a cada uma delas, para uma exploração alfabética compartilhada.

Em um universo de infinitas possibilidades que é oferecido aos alunos, letras também puderam ser exploradas como movimento do corpo. A responsável da biblioteca Maria Laura Ferro, em conjunto com a especialista em linguagem contemporânea da dança, professora Dhenyfer Cristiany Cunha detalhou a postura do alfabeto corporal.

Cada criança que participou da atividade que envolveu ação por meio do seu corpo percebeu sentido do corpo como concreto e comunicativo. A ação pedagógica estimulou os alunos a fazerem, em um agrupamento, as palavras dança e ballet. Neste processo exploratório esquadrinharam o alfabeto e executaram a experiência com empenho e alegria, estabelecendo o diálogo entre as duas artes: da dança e das letras.

leia mais
Biblioteca Energia do Conhecimento

Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento oferece obras que garantem acessibilidade a pessoas com deficiência

001

Garantir o acesso de pessoas com deficiência à leitura é um dos compromissos da Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento, mantida pelo Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM, no Centro Cultural Colorado, núcleo do Instituto em Guaíra. Atualmente, o  acervo da biblioteca dispõe de  230 títulos adequados para pessoas  com variados tipos de deficiência: são 41 títulos em Braille, 10 títulos em Tinta e Braille, 172 Audiolivros em ainda, sete vídeos em DVD com acessibilidade para deficientes auditivos. A biblioteca em seu diversificado acervo apresenta títulos e informativos direcionados a acessibilidade de deficientes auditivos e visuais.

“Este material possibilita o acesso de conteúdo literário bastante variado. Tudo foi pensado para garantir a acessibilidade, do planejamento à aquisição do acervo. Adquirimos títulos de diversas áreas do conhecimento, como literatura juvenil e infantil, literatura brasileira e estrangeira, clássicos da literatura e lançamentos editoriais.”, comenta a bibliotecária Consultora, Maria das Graças Garcia.

A capacitação de pessoas também é fundamental para que a Biblioteca atenda ao usuário com particularidades de acessibilidade. Por isso, a responsável pela Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento, Laura Alves, vem participando de oficinas sobre o tema.

Avanços

Em 2023, a biblioteca aprimorou a prestação de serviços para o público com deficiência e, por meio da execução da medida de acessibilidade prevista no Plano Anual Agenda Cultural 2023 – Pronac 220726, adquiriu impressora Braille, equipamento capaz de converter textos comuns para o braile, com agulhas especiais que fazem ranhuras nas duas faces da folha de papel encorpado. A impressora também possui alto-falantes capazes de “ler” o conteúdo do texto impresso, fazendo o acompanhamento da impressão. Também foram incorporados ao patrimônio da Biblioteca um equipamento Leitor de Voz que percorre textos lendo em voz alta e notebook direcionado que o usuário com deficiência tenha maior mobilidade no espaço da biblioteca durante a consulta e pesquisa.

Maria das Graças informa que, a partir do planejamento anual previamente traçado, em 2024 uma série de ações serão implementadas para o atendimento a este nicho de público. “A dinamização destas atividades possibilitará a divulgação deste acervo diferenciado e adquirido com profissionalismo e amor à comunidade.”, afirma.

Confira as tecnologias que permitem o acesso de deficientes ao acervo da Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento

Para os deficientes visuais ou com baixa visão foram obtidos títulos em:

Sistema Braille: é um sistema de escrita tátil. Os leitores podem optar por usar uma mão ou as duas;

Audiobook (audiolivro): uma gravação do conteúdo de um livro narrado em voz alta;

Livro Digital Acessível: acervos restritos a pessoa com deficiência.

Destinado a auxiliar os deficientes auditivos foram inclusos vídeos e DVDs com apoio de Libras, que é a sigla de Língua Brasileira de Sinais, um conjunto de formas gestuais, que usa as mãos e os dedos em vez da voz para a comunicação. Através desta combinação gestual-visual e expressões faciais as informações são expressas e transmitidas.

leia mais
Agenda CulturalBiblioteca Energia do Conhecimento

A semana cheinha de comemorações ao 12º aniversário da Biblioteca Comunitário Energia do Conhecimento está chegando ao fim

capa

A semana cheinha de comemorações ao 12º aniversário da Biblioteca Comunitário Energia do Conhecimento está chegando ao fim. Mas as lembranças de tantas coisas bacanas que fizemos juntos, ah…essas ficam. Nesta sexta, o Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM proporcionou muita alegria e diversão para promover a alegria da leitura! Recebemos na Biblioteca os poetas Paulo e Salatiel do Grupo Balaio de Dois. Em dois horários, às 8h30min e às 14 horas, eles apresentaram Uma Palavra Puxa a Outra e brincaram a valer com a garotada.

Com a palavra a responsável pela Biblioteca, Laura Alves, que preparou toda a programação: “Temos certeza de que todos se divertiram. Conseguimos transmitir conceitos como o amor pela leitura de forma muito leve. Foi uma semana de comemorações à altura de tudo o que a Biblioteca significa para a comunidade de Guaíra”.

leia mais
Biblioteca Energia do Conhecimento

IORM comemora 12 anos da Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento com extensa programação

1-min

No mês de   outubro, a  Biblioteca Comunitário Energia do Conhecimento mantida pelo Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM no Centro Cultural Colorado completa doze anos de portas abertas para toda a comunidade guairense, formando gerações, entretendo, ensinando, divertindo e encantando novos leitores de todas as idades. 

Para comemorar a data, a equipe da Biblioteca preparou uma extensa programação dedicada a escolares e a todos os guairenses.  No dia 17 de outubro, a comemoração foi aberta com a  oficina de contação de histórias realizada nos períodos da manhã e de tarde, com Laura Alves, que trouxe a história de Os Três Lobinhos e o Porco Mau. 

No dia 18, quarta-feira, a contação de histórias fica por conta de Emanuela Nunes com O  Monstro das Cores. Na sexta-feira, dia 20 de outubro, os poetas Paulo e Salatiel do Grupo Balaio de Dois apresentaram Uma Palavra Puxa a Outra, em dois horários, às 8h30min e às 14 horas. 

“O IORM tem muito orgulho de ter proporcionado para Guaíra uma Biblioteca viva, acolhedora, pronta para receber pessoas das mais variadas idades. Temos a certeza de que estamos fazendo história. Para muitas pessoas nós proporcionamos o primeiro contato com os livros, e isso não é pouca coisa. Isso tem a capacidade de transformar profundamente realidades. E sempre é tempo de reforçar o convite para que as pessoas venham até a Biblioteca e permitam que os livros passem a fazer parte de suas vidas”, convida a coordenadora do Conselho do IORM, Maria Inês Marcório Guedes Moreira de Carvalho.

leia mais
Agenda CulturalBiblioteca Energia do Conhecimento

Na Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento, ações da Oficina de Literatura unem arte e letras

Ballet e Dança Glitter 2

O mês de junho inaugurou uma nova etapa na Oficina de Literatura 2023 promovida pelo Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM, na Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento que é mantida no Núcleo do Instituto em Guaíra. As atividades propostas `as alunas do Projeto Usina da Dança pela oficineira e responsável pela Biblioteca, Laura Alves a partir da consultoria da Bibliotecária Maria das Graças Garcia, estabeleceram o diálogo simbólico entre a dança e as letras, formas de expressão bastante presentes na vida de todos.

A partir de onze balões dourados compondo as letras que formam as palavras ballet e dança, fixados na parede da biblioteca, foi solicitado que as alunas observassem atentamente e escrevessem ambos os verbetes. Para isso, cada aluna recebeu folha sulfite, cola branca líquida e glitter em pó dourado para que registrassem as duas palavras. A ação teve o objetivo de propor a experimentação do prazer de escrever palavras muito usadas no curso ao qual se dedicam.

O trabalho produzido pelas alunas permaneceu por duas semanas em exposição na entrada da biblioteca.

Uma segunda ação foi realizada pela responsável da biblioteca Laura Silva em conjunto com a especialista em dança na linguagem contemporânea, professora Sauana Letielly Silva Pereira de Sousa.

As dirigentes da prática contextualizaram o que ocorreria: Laura pontuou a ação pedagógica e o crescente alfabético e a professora Sauna entregou para cada aluna um papel com a Postura do Alfabeto Corporal. Por meio desta organização, as alunas foram estimuladas a se agruparem para formar as palavras dança e ballet.

“Neste processo exploratório inicial as estudantes de dança quiseram primeiro buscar fisicamente a inicial do próprio nome em uma apropriação do movimento e do alfabeto, na busca da própria identidade. Depois elas esquadrinharam o alfabeto inteiro e executaram a experiência com empenho e alegria. Na finalização cada participante representando com a postura, uma letra, em conjunto compuseram as palavras propostas. Desta maneira foi estabelecido um diálogo entre a dança e as letras. ”, afirma Laura.

leia mais
Biblioteca Energia do Conhecimento

Projeto Agenda Cultural ofereceu oito contações de história para a comunidade de Guaíra

Ecal 2

Aproximando ainda mais os livros da comunidade guairense, o Projeto Agenda Cultural promoveu oito contações de história nos meses de outubro e novembro.

As atividades de outubro foram abertas no dia 06: Tia Teca, contadora oficial de histórias da Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento, atendeu ao convite para contação de história na Kombi de Literatura do Departamento de Cultura do Encontro Cultural de Arte Livre de Guaíra, um evento tradicional da cidade. Tia Teca levou ao encontro a contação das histórias A Margarida Friorenta de Fernanda Lopes de Almeida; O Cão Alegre de Kom Moom Young. Também envolveu em e brincadeiras cantadas ao ar livre os cerca de 50 alunos do colégio Aquarela e os assistidos pelo Centro de Ação Social Nossa Senhora da Aparecida além do público presente à Feira.

 

Novembro

Os três últimos dias do mês de novembro foram reservados para contações de história promovidas pelo Projeto Agenda Cultural, com participação de uma voluntária muito especial, a contadora de história Claudia de Sousa Moura Silva, colaboradora da Biblioteca Engenho do Conhecimento, implantada na Usina Colorado e voltada aos colaboradores da empresa. Ela preparou para a programação de 28, 29 e 30 de novembro a contação da história A Menina Bonita do Laço de Fita de Ana Maria Machado.

A primeira sessão aconteceu na manhã de 28 de novembro, atendendo aos alunos CEMEI Aurea Mendes do município de Guaíra. A segunda sessão de contação do dia aconteceu no período da tarde e foi realizada na Creche Dr. Waldemar Chubacci com grande envolvimento dos alunos.

Explorando o lúdico e a criatividade do público infantil, no dia 29, a programação do Projeto Agenda Cultural voltou a contar com voluntária Claudia que participação da contação na Cemei Nerildy Gomes da Silva e no período da tarde na Creche Professora Zilda de Oliveira.

As contações de história do mês de novembro foram encerradas no dia 30  de novembro com mais duas programações do Projeto Agenda Cultural da Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento. A voluntária Cláudia levou a obra de Ana Maria Machado para os alunos do período matutino da Cemei Professora Eunisse Esperancine Moreira e no período da tarde, para os escolares da Cemei Professor Moacir Garcia Prado e da escola Cemei Professora Eunisse Esperancine.

“Por meio das histórias contadas, o Projeto Agenda Cultural apoia as crianças no desafio de entender o mundo à sua volta, transmitindo valores morais, estimulando suas emoções e desenvolvendo habilidades leitoras”, destaca a coordenadora do Conselho do IORM, Maria Inês Marcório Guedes Moreira de Carvalho.

E as atividades foram retomadas no mês de dezembro com três sessões de contações de história. No dia 6 de dezembro, Tia Teca da Biblioteca levou histórias aos alunos da Creche Dirce Barros Lelis, durante o período da manhã e à tarde, a sessão de contação foi dedicada aos alunos da Creche Josefina Rawagnani Caligares. No dia 8, foi a vez dos assistidos pela Creche Nilce Fugio Akashi reunirem-se no período da tarde, em torno das histórias de Tia Teca.

O Projeto Agenda Cultural- PRONAC 212460 é realizado de forma conjunta pelo Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM e Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial de Cultura.

leia mais
Biblioteca Energia do Conhecimento

IORM recebe 100 novos livros do Edital da Fundação Itaú Social

Acervo Itaú (5)

A Biblioteca Energia do Conhecimento mantida pelo Instituto ORM no Centro Cultural Colorado, recebeu no final do mês de agosto, 100 novos títulos, 50 voltados à Infância e 50 para o trabalho de mediação de leitura para a juventude. 

Os novos livros foram conquistados pelo IORM junto ao edital Acervos Literários, que tem o objetivo de contribuir para a ampliação do acervo das organizações da sociedade civil que desenvolvem ações de leitura e têm como objetivo a formação de crianças, adolescentes e jovens leitores. 

O Edital visa contribuir com a democratização do acesso à leitura por meio da distribuição de acervos para Organizações da Sociedade Civil – OSC, que atuam com esse mesmo propósito, como o IORM.

A Fundação Itaú Social reconhece que quem lê consegue conversar sobre diversos assuntos, ter uma boa escrita e, também, criatividade, habilidades valorizadas pelo mercado de trabalho. Incentivar a leitura desde a infância é uma estratégia importante pois os pequenos leitores se tornarão adultos leitores.

A educadora da Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento, Laura Alves de Souza participou de duas formações online de mediação de leitura oferecida pelo Itaú Social para potencializar as ações de incentivo à leitura ofertadas para os alunos dos Projetos desenvolvidos pelo Instituto ORM e para toda a comunidade de Guaíra.

Os novos títulos 

Para o público infantil

  • A Alma Secreta dos Passarinhos; Elisabeth Teixeira E Paulo Venturini.
  • A Bia e o Elefante; Carolina Moreyra
  • A Lua Perdia; Jimmy Liao
  • A Princesinha Medrosa; Odilon Moraes
  • A Quatro Mãos; Marilda Castanha
  • A Vida Não Me Assusta; Maya Angelou
  • Água Sim; Eucanãa Ferraz
  • Amos e Bóris; Willian Steig
  • Birigui; Mauricio Meireles
  • Bolinha Branca; Laura Texeira
  • Chuva de Manga; James Rumford
  • De Flor em Flor; Jonarno Lawson
  • Depois do Ovo, A Guerra Priara Jõ; Ana Carvalho (Adaptação)
  • E Agora Papagaio?; Gildes Eduar
  • Esperando a Chuva; Veronique Vernette
  • Falando Tupi; Yaguarê Yamã
  • Gorila; Anthony Browwne
  • Jacaré, Não; Antonio Prata
  • Jardins; Roseana Murray
  • Lila e o Segredo Da Chuva; David Conway
  • Lina e o Balão; Komako Sakai
  • Livro de Papel; Ricardo Azevedo
  • Lulu e o Urso; Carolyna Moreira
  • Meu Avô é U Tata; Janaina de Figueredo
  • Meu Crespo é de Rainha; Bell Hooks
  • Migrando; Mariana Chiesa Mateos
  • Minha Dança Tem História; Bell Hook
  • No Sótão; Hiawyn Oran
  • O Avião de Alexandre; Alaíde Lisboa
  • O Jabuti, A Baleia e Anta; Stela Barbieri
  • O Mundo no Black Power de Tayó; Kiusan de Oliveira
  • O Pacto do Bosque; Gustavo Martín Garzo
  • O Pássaro Encantado; Eliane Potiguara
  • O Segredo da Chuva; Daniel Munduruku
  • O Túnel; Anthony Browne
  • O Vestido da Menina; Tatiana Filinto Olavo; Odilon Moraes
  • Ombela-A Origem das Chuvas; Ondjaki
  • Os Heróis do Tsunami; Fernando Viela
  • Os Vizinhos, Eina Tsarfati
  • Pelo Rio; Vanina Starkoff
  • Quadrinhas; Tatiana Belinky
  • Quase Ninguém Viu; Aline Abreu
  • Selvagem; Emily Hughes
  • Sombra; Suzy Lee
  • Somos Todos Iguaizinhos; Bartolomeu Campos
  • Tem Lugar Para Todos; Massimo Caccia
  • Um Bebê Vem Aí; John Burninghan
  • Um Número Depois do Outro; José Paulo
  • Vazio; Anna Llenas

Para o público juvenil

  • 1984; George Orwell
  • A Besta Humana; Émile Zola
  • A Chegada; Shaun Tan
  • A Famosa Invasão dos Ursos na Sicília; Dino Buzzatti
  • A Menina que Roubava Livros; Markus Zusak
  • A Mulher da Guarda; Sara Bertrand
  • A Triste História de Barcolino, O Homem que não Sabia Morrer; Lucílio Manjate
  • Americanah; Chimamanda Ngozi
  • As Alegrias da Maternidade; Buchi Emecheta
  • Bagageiro; Marcelino Freire
  • Becos da Memória; Conceição Evaristo
  • Bom Dia, Camaradas; Ondjaki
  • Cidade de Deus; Paulo Lins 
  • Contos Escolhidos; Cuti
  • Demian; Hermann Hesse
  • Fahrenheit 451; Ray Bradbury
  • Fique Comigo; Ayobami Adebayo
  • Frankenstein; Mary Shelley
  • Hibisco Roxo; Chimamanda Ngozi
  • Histórias de Leves Enganos E Parecenças; Conceição Evaristo
  • Ideias Para Adiar O Fim do Mundo; Ailton Krenak
  • Insubmissas Lágrimas de Mulheres; Conceição Evaristo
  • Leite do Peito; Geni Gimarães
  • Literatura, Pão e Poesia; Sergio Vaz
  • Meu Pequeno País; Gael Faye
  • Mínino, Múltiplo, Comum; Raquel Matsushita
  • Na Minha Pele; Lázaro Ramos
  • Nós; Vários Nova Antologia Poética; Vinicius de Moraes
  • O Apanhador no Campo de Centeio; J.D Salinger
  • O Cortiço; Aluisio Azevedo
  • O Diário de Anne Frank; Anne Frank
  • O Estrangeiro; Albert Camus
  • O Homem Azul do Deserto; Cidinha da Sila
  • O Lenço Branco; Antonella Toffolo
  • O Menino Negro; Camara Laye
  • O Peso do Pássaro; Aline Bei
  • O Sol na Cabeça; Geovani Martins
  • Olhares Negros; Bell Hooks
  • Olhos D’agua; Conceição Evaristo
  • Os Nove Pentes D’África; Cidinha da Silva
  • Persépolis; Marjane Satrapi
  • Poemas; Wislawa
  • Quarto de Despejo; Carolina Maria de Jesus
  • Se Os Tubarões Fossem Homens; Bertold Brecht
  • Um Defeito de Cor; Ana Maria Gonçalves
  • Um Grão de Trigo; Ngugi Wa Thiongo
  • Torna-se Palestina; Lina Merume
  • Sonhos em Tempo de Guerra; Ngugi Wa Thiongo
  • Terra Sonambula; Mia Couto

 

leia mais
Biblioteca Energia do Conhecimento

Energia do Conhecimento cumpre o propósito de ser uma Biblioteca para a comunidade

IMG-20220919-WA0014

Onze anos depois de ser inaugurada, em outubro de 2011, a Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento tem entre membros da comunidade o maior número de leitores, que supera até mesmo os alunos assistidos pelos Projetos do Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM, que mantém a Biblioteca implantada no núcleo do Instituto em Guaíra, o Centro Cultural Colorado.

Do total de 20.560 empréstimos ao longo desses quase onze anos, mais da metade, ou 10.982 empréstimos foram realizados por pessoas da comunidade e 8.182 por alunos dos projetos desenvolvidos pelo IORM, o que comprova a crescente adesão dos guairenses à leitura. E as ações de estímulo à leitura tem  surtido efeito justamente junto ao público mais jovem: crianças e adolescentes com idades entre 7 e 14 anos representam 34% do público leitor. Cada vez mais e familiares estão comprometidos com o incentivo à leitura, já que crianças de 0 a 6 anos têm tido acesso às obras e representam 10% do total de leitores da Biblioteca. Adolescentes e jovens entre 15 e 17 anos são 21% dos leitores, já os que têm entre 18 e 29 anos, somam 12% dos leitores que emprestam obras da Biblioteca. As duas faixas etárias, que compreendem pessoas entre 30 e 60 anos ou mais são 23% do total de leitores.

Atualmente a Biblioteca registra 2.114 leitores associados, desse total, 25 inscreveram-se no mês de agosto. Depois do declínio do mês de julho, com apenas 30 livros emprestados no período, o total de empréstimos voltou a crescer em agosto, com 226 empréstimos realizados, cinco a mais do que os realizados em junho, quando foram 221 livros emprestados.

O acervo da Biblioteca também cresceu em agosto, com 24 novos volumes. Agora, a Biblioteca Comunitária Energia do Conhecimento já oferece 5.642 obras para empréstimo.

leia mais